QUANTO CUSTA CONTRATAR UM TRABALHADOR?

Tendo por referência o salário mínimo nacional mensal atual  (557€), há que somar a esse valor o subsídio de alimentação médio que corresponde a 4,25€ por mês (excluindo o mês de férias).

Há depois que considerar 23,75% para a TSU, que corresponde a 141,33€, e o fundo de compensação que corresponderá a 5,57€.

Soma-se também o custo de 2 meses adicionais de salário, correspondentes ao subsídio férias e subsídio de natal, que não têm como contrapartida qualquer prestação de trabalho (daí que normalmente as contas sejam feitas multiplicando o salário base por 14, dividindo depois por 12, obtendo assim o custo real mensal). No mês das férias, o salário é pago também sem qualquer contrapartida. Um trabalhador assíduo e pontual, trabalhará apenas 11 meses. Tal significa que a prestação efetiva de trabalho é de 11 meses, mas há que contar sempre com 14 meses de salários.

Adicionam-se custos variáveis com o seguro obrigatório de acidentes trabalho (cerca de 1% dos rentimentos globais), medicina de trabalho e formações contínuas (35 horas por ano de formação acreditada), espaço e condições de trabalho e gestão administrativa. Tudo poderá corresponder a cerca de 300€ (variáveis) de encargos fixos.

Poderá acrescer, por último, o custo do despedimento, no caso de erro na contratação ou verificação posterior de desajustamento entre a necessidade da empresa (que poderá deixar de existir), as funções, ou as competências ou o desempenho do trabalhador.

O custo de um trabalhador poderá ser considerado ser caro ou barato, tudo depende da riqueza ou valor que este acrescente ao negócio. Mas isso, claro está, depende do empregador.

ARTIGOS MAIS LIDOS NO ÚLTIMO ANO

O QUE É UMA NOTA DE CULPA?

OS BENS IMÓVEIS ADQUIRIDOS ANTES DE 1989 ESTÃO ISENTOS DE MAIS-VALIAS?

O QUE É UMA VENDA JUDICIAL?

O QUE É UM CONTRATO DE MEDIAÇÃO IMOBILIÁRIA?

O QUE É UM CONTRATO DE ASSOCIAÇÃO EM PARTICIPAÇÃO?

COMO SE FAZ PARA PEDIR HOMOGAÇÃO DE ACORDO DE RESPONSABILIDADES PARENTAIS?

COMO DEVEM COMUNICAR O SENHORIO E O INQUILINO?